Início Uncategorized Sobrevivente de deslizamento em 2013 perde 5 parentes em nova tragédia em...

Sobrevivente de deslizamento em 2013 perde 5 parentes em nova tragédia em Petrópolis: ‘parece um filme de terror’

158
0

Depois de 9 anos esperando por uma moradia após perder a casa do bairro Siméria, em Petrópolis, Região Serrana do Rio, no ano de 2013, finalmente em agosto de 2021, a costureira Sandra Maria de Souza Almeida, de 58 anos conseguiu a tão sonhada casa própria no condomínio do Vicenzo Rivetti, um complexo de prédios que abriga pessoas que perderam tudo em tragédias climáticas tradicionais que ocorrem há décadas na Cidade Imperial.

Sandra conta que viveu todos esses anos de aluguel social, depois que a casa em que vivia ficou praticamente pendurada na encosta em 2013, podendo cair a qualquer momento. Na época, ela conseguiu sair do imóvel a tempo. A Defesa Civil condenou e interditou a moradia.

“Tive que me abrigar provisoriamente na casa da minha filha. Durante o dia, eu passava o tempo em um ponto de apoio criado pela prefeitura”, lembra Sandra.

A costureira Sandra Maria de Souza Almeida, de 58 anos, sobreviveu à tragédia em 2013 e perdeu cinco parentes na enxurrada de 2022 — Foto: Arquivo pessoal

Na última terça (15), Sandra mais uma vez se depara com o fantasma de uma nova tragédia. Ela perdeu a cunhada Nilma Menezes, de 62 anos, e quatro netos de Nilma: Íris Menezes, de 20 anos, Igor Menezes, de 7 anos, Ivan Menezes de 6 anos e Iago Menezes, de apenas 2 anos de idade.

Segundo Sandra, o irmão, José Luiz de Almeida, de 59 anos, estava em casa, no Morro da Oficina, no bairro Alto da Serra, com a esposa Nilma e os netos dela, que ele considera como deles também. Ele saiu para comprar pão mesmo com chuva. Ao retornar, não encontrou mais a casa, a terra já tinha soterrado o imóvel. José Luiz se abrigou na casa da filha e, agora, aguarda e acompanha o resgate e identificação dos corpos

Artigo anteriorPaulinha Abelha, da Calcinha Preta, tem piora no quadro clínico e está em coma, diz hospital
Próximo artigoEntenda a importância da tomada de Kherson, a maior conquista da Rússia desde o começo da invasão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui