Início Internacional ‘Bebê’ que aparece na capa de Nevermind processa Nirvana por pornografia infantil

‘Bebê’ que aparece na capa de Nevermind processa Nirvana por pornografia infantil

50
0

O norte-americano Spencer Elden, de 30 anos, abriu um processo em um tribunal da Califórnia contra 15 réus, incluindo os ex-membros da banda  Nirvana  Dave Grohl, Krist Novoselic e Kurt Cobain (morto em 1994), por  pornografia infantil .

Elden ganhou fama mundial ao ser fotografado em 1991, aos 4 meses, em uma piscina para a foto de capa do álbum “Nevermind”. Na imagem, ele aparece sem roupa (e sem fralda) nadando em uma piscina com uma nota de US$ 1 em primeiro plano.

Lançado em setembro daquele ano com músicas que se tornariam clássicos, como “Smells Like Teen Spirit”, “Come As You Are” e “Lithium”, Nevermind catapultou o Nirvana ao status de uma das maiores bandas de rock da história.

Além dos ex-membros da banda, também foram incluídos no processo a gravadora a Universal Music, Courtney Love, viúva de Kurt, entre outros.

Elden, cujos pais receberam US$ 200 em 1991 pelos 18 frames capturados debaixo d’água pelo fotógrafo Kirk Weddle, pede US$ 150 mil (cerca de R$ 787,45 mil) em indenização.

“O Nirvana decidiu usar uma nota de um dólar em um anzol como um adereço – depois de um amplo debate entre o uso de uma nota de um dólar, carne crua, um cachorro, e outros objetos comumente associados a interesses lascivos”, argumenta o  advogado Robert Lewis, que representa Elden, no documento apresentado ao tribunal .

“[Kurt ]Cobain adicionou um anzol especificamente para tornar a imagem mais ameaçadora. Cobain, Weddle e [Robert] Fisher [diretor de arte responsável pela capa do disco] determinaram que eles tinham que ‘fazer [a foto ser] mais do que apenas um bebê debaixo d’água”, continua o defensor.

Capas do disco Nevermind, do Nirvana, em 1991 e em 2011

Capas do disco Nevermind, do Nirvana, em 1991 e em 2011 / Divulgação/Nirvana

Lewis argumenta ainda que o conceito usado na criação da capa do álbum replicada campanhas polêmicas para promover música com material sexualmente explícito retratando uma criança ou pornografia infantil completa.

Em 2011, no aniversário de 20 anos do lançamento de Nevermind, Elden aceitou recriar a icônica foto da capa do álbum. Dessa vez, no entanto, ele foi clicado com um short de banho.

Artigo anteriorBoca do Acre (AM) vai receber R$ 2,96 milhões para ações de combate a enchentes
Próximo artigoHipertensão: mais de 700 milhões de pessoas não tratam a doença no mundo, diz OMS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui